quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Noivas Galvan 04- O Filho Secreto

— Seu amor — disse, apertando-a contra sua boca — vale tudo.
Ana observou seus olhos escuros, sua expressão quase arrogante. Um rosto tão nobre. Lúcio poderia ter sido um conquistador espanhol, um explorador à procura do novo mundo. Em vez disso, era dela.
— Vou amar você para sempre.
A princípio, ele não disse nada. Os olhos negros transformaram-se em sombras.
— Você só tem dezessete anos. Para sempre é muito tempo.
Mas o tom de preocupação dele fez com que ela desse uma gargalhada.
— Diga-me, Lúcio Cruz, quando foi que tive medo de alguma coisa?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.