terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Meu Querido Guerreiro - Julie Garwood

Inglaterra, 1086
Em silêncio, o cavaleiro preparou-se para a batalha.
Sentou-se em um banco de macieira,
estendeu as pernas longas e musculosas de cada lado, diante de si, e pediu ao servo que lhe pusesse a calça de malha de aço.
Depois, de pé, permitiu que outro servo lhe prendesse a túnica de malha pesada sobre a camisa de baixo de algodão almofadado.
Finalmente, ergueu os braços bronzeados ao sol para que sua espada, um presente extremamente valorizado por ter sido dado pelo próprio rei Guilherme,

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.