quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

O Livro de Ragnarok 10 - parte I - Série Vanir



Diz a profecia da vidente:

   “Haverá uma batalha final entre as forças celestes e as forças do Submundo.
Será uma luta feroz que dará origem ao final dos tempos conhecidos. Essa será a
última guerra, quando os deuses chegarão à sua decadência e quando demônios
e humanos perecerão no dia chamado “O final dos tempos”, o Ragnarök”.
   Na visão da völva, Odin, conhecido como “o Pai de todos”, morria pelas mãos
do  lobo  Fenrir,  liderado  por  Loki.  O  caos  desataria  e  a  humanidade
desapareceria. Dos  deuses  escandinavos,  só Njörd  retornaria  ao  Vanenheim. O
resto morreria na guerra contra as forças do Mal.
   Depois  de  tão  escuro  presságio,  a  völva  falava  do  ressurgir  de  um  novo
amanhecer. Um futuro mais brilhante em um novo mundo.
   O  Ragnarök  teria  se  originado  quando  Loki,  filho  dos  gigantes  Farbauti  e
Laufey,  que  uma  vez  fora  proclamado  irmão  de  sangue  por  Odin,  mais  tarde
declarado  inimigo  acérrimo  do  mesmo  e  renomado  “O  Traidor”  por  todos  os
deuses, negou-se a se ajoelhar perante a raça inferior humana. Odin quer que os
humanos  evoluam  e  cheguem  a  se  converter  em  mestres  de  seus  próprios
mestres,  mas  Loki  negou-se  a  dar  uma  oportunidade  à  humanidade,  pois,
segundo ele, não mereciam tal misericórdia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.